"Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles." Rui Barbosa

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

AGRESSÃO COVARDE À FISCAL AGROPECUÁRIO

NOTA DE REPÚDIO


Sexta feira dia 06/09/2013 em São José do Cedro, o FISCAL ESTADUAL AGROPECUÁRIO, GUILHERME TAKEDA, no cumprimento de suas obrigações na defesa da SAÚDE PÚBLICA, interditou o FRIGORÍFICO MALVESSI SIE Nº 734. Foi ameaçado com uma faca pelo seu proprietário e ao tentar sair do local, foi perseguido e agredido por quatros homens que o espancaram.

Exigimos que a CIDASC  faça o seu papel de apoio ao colega agredido, garantindo sua integridade física, acionando o jurídico para acionar criminalmente os responsáveis e casse definitivamente o SIE do referido estabelecimento, pois empresários não são criminosos e este tipo de acontecimento deve ser tratado pela polícia e temos certeza que não é regra e sim a exceção que deve ser riscada do ramo.

Aqui fica nosso REPÚDIO  a todo ato de violência e covardia, e nossa indignação pela inexistência da CARREIRA DE FISCAL ESTADUAL AGROPECUÁRIO EM SC, a exemplo de 20 outros Estados Brasileiros que já a tem.
Ficamos a mercê de uma estrutura, tida como excelência, que conquistou a pelo empenho individualde seus FISCAIS DE FATO, MAS NÃO DE DIREITO, que arriscaram suas vidas, vacinando gado, sendo perseguidos, ameaçados, agredidos e as glórias conquistadas são espalhadas na mídia catarinense como se o Governo Estadual, a Secretaria da Agricultura e a Diretoria da CIDASC fossem os responsáveis pelo trabalho desenvolvido sempre a duras penas e heroicamente pelo AGENTE TÉCNICOS DE NÍVEL SUPERIOR, DE NÍVEL TÉCNICO E FUNDAMENTAL, que agem como FISCAIS ESTADUAIS AGROPECUÁRIOS EM TODOS OS NÍVEIS, os barreiristas ficam expostos dia e noite solitariamente a todos riscos sem o minimo apoio.

Senhor Governador Raimundo Colombo, solicitamos uma audiência urgente para conversarmos sobre essa situação que pode a qualquer momento sair do controle e provocar o caos econômico no Estado que tanto amamos.

Luiz Claudio Todeschini
Presidente da AFEA SC

71 comentários:

  1. Que sacanagem. Logo com um colega que desempenha com tamanha seriedade o trabalho. Estamos com você Takeda....

    ResponderExcluir
  2. Um enorme absurdo a reação deste "empresário", que de maneira covarde agride um funcionário público no cumprimento do seu trabalho.

    Qual o apoio que temos da empresa diante de um fato deste?

    E o outro colega que recebeu uma "cartucho de bala" pelo correio, sendo ameaçado por carta, sobre ações de fiscalizações feitas?

    E o pior é ter que escutar destes marginais, que sabem da situação dos técnicos da empresa, que nem fiscais nós somos.

    É no mínimo revoltante.

    Passou da hora de nos levantarmos, saírmos do conforto de nossas cadeiras e buscarmos nosso reconhecimento, mais que justo.

    Guilherme, parabéns pela coragem.
    Sinto demais pelo acontecido.
    Vamos lutar por justiça.

    ResponderExcluir
  3. ESTAMOS TODOS DO LADO DO NOSSO NOBRE COLEGA... É HORA DE APERTARMOS AINDA MAIS NOSSAS AÇÕES, SEMPRE DENTRO DA LEI.

    ResponderExcluir
  4. Somos os únicos fiscais que saem de seus escritórios sozinhos. Dificilmente 2 fiscais da CIDASC estão juntos em um mesmo carro. Fiscais do Trabalho, da receita, da vigilância nunca saem desacompanhados.
    Muitas ADRs criticam os veterinários que saem em dupla.

    ResponderExcluir
  5. E o posicionamento da CIDASC? Do CRMV/SC? Do sindicato nem pergunto..... é um absurdo!!! Espero que o colega esteja bem!

    ResponderExcluir
  6. Ser agredido por quatro homens em qualquer situação seria extrema covardia. Mas o mais revoltante é saber que ele estava em pleno exercício, salvaguardando a saúde pública, e sofreu tamanha atrocidade e enquanto isso a sociedade não saber sequer o grandiosidade do risco que isso representa. Já que se todos nós nos intimidarmos pela situação que o colega sofreu, quem vai impedir situações de risco insustentável em alguns estabelecimentos que manipulam alimentos. Isso não é uma causa de agressão particular, deve ser tratada como contra o serviço da cidasc. E esta deve sim se colocar pública, civil e criminalmente contra o caso.
    Guilherme, parabéns pela ação e lamento muito pelo ocorrido.

    ResponderExcluir
  7. O QUE, NESTE EXATO MOMENTO, NÓS COLEGAS PODEMOS FAZER NOS NOSSOS MUNICÍPIOS?? ALGUÉM TEM UMA IDÉIA DE COMO MOBILIZAR?

    ResponderExcluir
  8. Podemos demonstrar nossa revolta, levando à público o ocorrido e chamando a imprensa para divulgar esse fato e expor nossa frágil situação. A AFEASC o fez através dessa nota de repúdio, que foi enviada ao Governador, Presidente da CIDASC e imprensa de Rio do Sul, peço aos colegas que façam o mesmo.
    Além disso em frente frigorífico hoje houve ou haverá uma manifestação pública. Luiz Claudio Todeschini

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço parte do quadro da CIDASC, trabalho em BARREIRA SANITÁRIA, precisando de alguma coisa, contem comigo e possivelmente com a maioria dos BARREIRISTAS do estado para juntos estarmos mobilizando nosso governo quanto a estrutura de trabalho, segurança, etc, etc

      Excluir
  9. Situação revoltante e absurda, e se nada for feito,cada vez mais, este tipo de agressão vai continuar acontecendo.
    Caro colega, parabéns pelo teu comprometimento com a saúde da população, parabéns pela coragem!!!
    Sinto pelo que aconteceu e espero que os responsáveis sejam punidos.

    ResponderExcluir
  10. Precisamos solicitar por escrito à Diretoria da CIDASC, o que irá fazer sobre as duas coisas: a inexistência de carreira de Fiscal Estadual Agropecuário diante deste vergonhoso fato de agressão e as providências que irá tomar para preservar o colega agredido e consequentemente a Companhia.

    ResponderExcluir
  11. Como seremos respeitados e teremos o poder de policia para agirmos em nossa defesa e da CIDASC. Lamento pelo ocorrido Takeda, também já fui várias vezes ameaçado por proprietários de agroindústrias, que infelizmente não deveriam ser tratados como empresários e sim criminosos. Conte comigo para uma ação para drástica neste estabelecimento. Quanto a carreira de Fiscal Agropecuário, acredito que trará um fortalecimento a classe dos médicos veterinários do estado e a CIDASC, infelizmente o reconhecimento da Secretaria de Agricultura do Estado esta voltado apenas para o lucro das exportações e não aos profissionais que fazem deste estado um exemplo para o Brasil.

    ResponderExcluir
  12. O colega agredido deve realizar exame de corpo de delito e prestar queixa na delegacia. Não precisa de autorização de chefe para isto, pois é crime contra a pessoa. Não deixe a oportunidade passar, Sr. Takeda.
    Leonardo Pessanha Moreira

    ResponderExcluir
  13. Concordo com a dificuldade do trabalho de fiscalização sozinho, deveríamos sempre estar acompanhados, seja de outro colega, funcionário ou policial.
    E agora diante do triste ocorrido, qual a visão e o planejamento da empresa para evitar novas ocorrências desta natureza?
    Estamos solidários ao colega Guilherme e neste momento, devemos cobrar mudanças para a proteção dos nossos colegas!

    ResponderExcluir
  14. CADEIA NESSES VAGABUNDOS!!! E FECHA ESSA ESPELUNCA PRA SEMPRE

    ResponderExcluir
  15. E a CIDASC, CRMV-SC, SINDICATO E SECRETARIA DA AGRICULTURA até agora não se manifestaram...é o fim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o crvmv sc esta mais preocupado em viajar para o chile durante 15 dias, presidente e dois conselheiros custas dos veterinarios.

      Excluir
    2. se manifestar para que? para eles ficarem sem o "churrasco" de final de ano?

      Excluir
  16. Fotos da manifestação em São José do Cedro...alguém encaminha a notícia para a RBS...nada até agora...

    http://www.radiointegracaoam1180.com.br/page/home

    ResponderExcluir
  17. MÉDICO VETERINÁRIO É ESPANCADO

    A informação é a seguinte:

    Neste 9 de setembro em que se comemora o dia do Médico Veterinário, deparamo-nos com a triste notícia de que o médico veterinário Guilherme Takeda, Cidasc de São Miguel D´Oeste foi covardemente espancado no exercício de sua profissão. No esforço diário de dar a SC o Status sanitário que a projeta no cenário internacional, estava interditando um abatedouro que não apresentava condições de funcionamento e ameaçava a saúde da população catarinense quando foi espancado.

    O TRABALHO DO VETERINÁRIO

    Lembremos que a Rede Globo exibiu matéria sobre os abates e qualidade da carne. SC ficou fora da pauta porque aqui há inspeção. Da mesma forma, semana passada a Rede Record fez uma série de reportagens e novamente SC estava fora. Isso tudo fruto de trabalho constante e incansável do quadro de veterinários da Cidasc. Desta forma, estes médicos veterinários pedem ao Estado, especialmente nesta data, dia do veterinário, para que sejam tomadas medidas que salvaguardem, garantam a integridade e que sejam respeitados.

    ALÔ BARBIERI

    Enori Barbieri que já foi vice prefeito e m Xanxerê e que possui um trabalho constante em instituições ligadas ao homem do campo vai anunciar alguma medida ou deixar quieto? Fonte:http://www.edsonvarela.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu nobre colega não é só os veterinários que são responsáveis por este status de Santa Catarina, mas sim o corpo da empresa principalmente os das barreiras sanitárias, muitos veterinários nem se quer sabem as legislações,oque pode e oque não pode entrar em Santa Catarina, Mas também repudio a atitude do cidadão que fez isso, mas nós nas barreiras já estamos acostumados com ameaças,xingamento e tentativas de agreção, e muitas vezes por alguns atos temos que fazer BO e na audiência temos que ir sozinho pois a empresa nem manda um advogado junto.
      TAKEDA NÃO DEIXE ISSO EM PUNE, SOMOS CONCIDERADOS A RALÉ DA EMPRESA MAS ESTAMOS SOLIDÁRIO A VC.

      Excluir
  18. http://miltonbarao.com.br/?p=4282

    ResponderExcluir
  19. Não foi apenas uma agressão a um veterinário, mas sim ao estado de Santa Catarina. Seria uma enorme vergonha se estes sujeitos não fossem presos e se este estabelecimento não tivesse o registro cassado. Espero que o estado adote a mesma postura que adotaria se o fato ocorrido envolvesse um fiscal da fazenda. O proprietário agressor já foi preso em 2010 na barreira de Idamar, quando um caminhão de carne dele foi apreendido pela CIDASC e Vigilância Sanitária. Naquela ocasião o Sr. proprietário ameaçou os fiscais e foi algemado e detido pela polícia. Eu acho que é importante apurar o histórico deste indivíduo e cobrar medidas das autoridades. Em 2010 ele era vice-prefeito, mas esperamos que desta vez este fato não pese a seu favor. Força Takeda, você é um exemplo de profissional para teus colegas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um grande exemplo. Apurem o histórico profissional do colega, e depois comparem com o histórico do estabelecimento, e do bandido que cometeu o CRIME.. ISSO É CRIME! E o que acontece??? Alguém vai lá, a turma do deixa disso,e passa a mão na cabeça,e entrega uma medalha de honra ao mérito pra ele... dá 3 tapinhas nas costas, e volta pra cadeira do escritório... não é mole não hein...

      Estou inventando? Aumentando? leiam isso então:
      http://www.radiointegracaoam1180.com.br/page/publicacoes/ler/38885/cidasc-garante-que-frigorifico-cedrense-sera-reaberto-assim-que-cumpridas-todas-as-exigencias-.html

      Excluir
  20. Isso é um absurdoooo!!!! Takeda é meu chapa, nao vamos deixar isso em branco!!! pessoal, vamos agirrrrr!!! Nós temos o poder na mão, todos dependem de nós!!! To dentro pro que der e vier!!!

    Eliéser.....

    ResponderExcluir
  21. Enori Barbieri (Presidente da Cidasc), João Rodrigues (Secretário de Agricultura de SC) e Moacir Tonet (Presidente do CRMV-SC) os senhores vão ficar calados? Não vão tomar providência? Nem uma nota de repúdio sequer??? Isso mostra o que são vocês: POLITIQUEIROS!!! Funcionários da CIDASC..paralisem...conclamem providências!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o crvmv sc esta mais preocupado em viajar para o chile durante 15 dias, presidente e dois conselheiros custas dos veterinarios.

      Excluir
  22. Jonilson Lopes de Aguiar10 de setembro de 2013 08:24

    Pessoal, estou vendo aqui postagens anônimas. Não mostremos receio, temos que mostrar que estamos agindo dentro da lei, que nós é que temos razão. Cobranças existem para serem feitas. Muitas vezes temos costume de não cobrar nem de nossos gerentes regionais. Eu por exemplo, estou há 3 meses solicitando pneus para meu veículo, pois estão sem a mínima condição de segurança para rodar. Já enviei email como fotos para a gerência regional e coordenador dizendo que não sairei do escritório com o veículo por falta de segurança. Vamos criar o costume de cobrar, ir pra imprensa, ir para a Delegacia do trabalho denunciar por falta de condições de segurança, ir para o MP. O que não podemos é sermos conivente com tudo, baixar a cabeça. Presidente da associação, minha sugestão é 1 dia inteiro de paralisação das atividades, em protesto, até a diretoria dar pelo menos uma resposta e mostrarmos à sociedade a preocupação com o modo que a defesa sanitária está sendo conduzido e consequentemete, a saúde pública humana que está sendo posta em risco.

    ResponderExcluir
  23. http://www.radiointegracaoam1180.com.br/page/publicacoes/ler/38885/cidasc-garante-que-frigorifico-cedrense-sera-reaberto-assim-que-cumpridas-todas-as-exigencias-.html

    Leiam isso então...
    só faltou darem uma medalha de honra ao Mérito para esses bandidos do frigorífico...

    Será que vai ter Meta no PM3 pra apanhar???

    ResponderExcluir
  24. É muito lamentável! Na ADAB (Bahia)já vimos algo semelhante. Um colega foi agredido com um soco de um representante de um estabelecimento que encontrava-se em processo de registro. Em um dia útil foi enviado um servidor que era apenas ocupante de cargo em comissão. Para surpresa de todos, em mais três dias ele conseguiu o registro.

    ResponderExcluir
  25. http://wp.clicrbs.com.br/moacirpereira/2013/09/09/afea-repudia-agressao-a-fiscal-agropecuario-de-sc/?topo=67,2,18,,,67

    ResponderExcluir
  26. Jonilson Lopes de Aguiar10 de setembro de 2013 09:04

    "21 autos de infração...21 autos"....e ficará por isso mesmo? Colegas, urgente: marcarmos uma paralisação de 1 dia de protesto qto a essa conduta...pelamordedeus!!!

    ResponderExcluir
  27. Paula Grechi Gerhardt de Almeida10 de setembro de 2013 10:20

    Apoioooooooo!!! Não pode passar em branco! Se nós aceitarmos agressão física, estamos aceitando qualquer descaso, qualquer ofensa, desrespeito... É total falta de dignidade!!! Vamos nos organizar!!!

    ResponderExcluir
  28. Jonilson Lopes de Aguiar10 de setembro de 2013 14:11

    Grd Roberto Netto. Quanto à questão de evitar a cassação do SIE, já estou desanimado. Recebi a notícia através do coordenador de SMO que o Gerente Estadual da GEINP declarou que assim q o frigorífico "se ajustar" no que foi cobrado pelo Guilherme, o mesmo será reavaliado e será liberado. Te pergunto, já q tu és do SIE e já q meu coordenador aqui não soube me dizer o que causaria a cassação do registro de SIE de um frigorífico? Depois te falo pelo facebook algo mais sobre essa questão...Só p te adiantar: estamos sozinhos aqui, cara! Em todos sentidos. O que não dá p tolerar é deixar funcionando um estabelecimento que tem 21 autos de infração nas costas...!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. passarinho verde me falou que como o dono do frigorífico é político, e o gerente do SIE também é:
      http://www.radiointegracaoam1180.com.br/page/publicacoes/ler/38885/cidasc-garante-que-frigorifico-cedrense-sera-reaberto-assim-que-cumpridas-todas-as-exigencias-.html

      Excluir
    2. sergio borges vulgo "cipo" é politico sim ou sera com menos de um ano de cidasc conseguiu subir a gerente do SIE, espere para ver quem será o proximo presidente do conselho.

      Excluir
    3. Sö falta alguém votar na patota do Tonet depois dessa.

      Excluir
  29. São todos do mesmo partido. PSD. Donos do Frigorifico, Enori Barbieri e João Rodrigues. Ah..agora entendi..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o gerente regional de SMO também!!!

      Excluir
    2. Pronto.. matou a xarada!!! Agora vão dar uma advertência pro Takeda... por ter ousado entrar em reduto do PSD..

      Excluir
  30. Tem muita gente que já está postando críticas pessoais as superiores do fiscal agredido. Acho que não podemos politizar nem polemizar com ofensas pessoais. Eu tenho certeza que tanto o Enori e o João como o Sérgio irão permitir que os fatos sejam apurados e que seja aplicada a penalidade cabível. O SIE evoluiu muito nos últimos anos e até ganhou o SISBI. Muitos fiscais do MAPA estão de olho neste caso e conhecem o regulamento de SC. Este fato será o divisor de águas para a fiscalização agropecuária em SC. O Ministério Público também acredita que este caso não passará impune.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não cabe a eles "permitir" nada... Eles tem a OBRIGAÇÃO de fazer esse caso ser um exemplo!

      Excluir
  31. Esta agressão é um sinal que a fiscalização começa a funcionar e que alguns problemas crônicos estão sendo debelados. Se a impunidade prevalecer tudo voltará ser como antes.

    ResponderExcluir
  32. Agressão em homem pra mim acaba em morte. Uma das causas q defendo é q qualquer tipo de ação dessa envergadura deve ter o acompanhamento incondicional da polícia, assim como ocorre com as Secretarias da Fazenda do estado da Bahia.
    Esse marginal tem que sair do ramo.

    ResponderExcluir
  33. Site do Edson Varela - http://www.edsonvarela.com.br

    Em 11 de setembro de 2013

    O SILÊNCIO INDIGESTO DA CIDASC

    Médicos veterinários estão chateados com a Cidasc. Profissional que foi atacado em São Miguel D´Oeste, quando de uma abordagem fiscalizatória, não recebeu qualquer apoio da Companhia. Será que o Barbieri – que comanda a Cidasc – não poderia pelo menos acionar o jurídico da empresa para acompanhar os desdobramentos da violência? Ou o fiscalizado que bateu no médico é amigo de alguém da Cidasc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ALGUÉM... SEMPRE EXISTE ESSE ALGUÉM... AHAHAHHAHA

      CAMBADA!

      Excluir
  34. Olha como o tal do Cipó é frouxo.
    Analisemos a entrevista dada por ele à rádio integração:

    "Sobre as irregularidades apontadas no estabelecimento, o gerente disse que são pequenas coisas, que, na sua avaliação, não valem a pena serem detalhadas."
    - Ao invés de levar em conta a agressão ao colega, minimizou o problema do frigorífico e jogou no lixo as ações da CIDASC. Com isso ele mostrou que não tem interesse com a segurança alimentar, com a saúde pública do povo catarinense.

    "Não somos nós que fazemos a lei, somos apenas executores"
    - Ê cabra frouxo. Diz ao menos que concorda com a lei. Parece que está lá mas não quer estar. Fica claro que ele próprio, o Gerente de Inspeção, não concorda com a ação, que não concorda com a lei.

    " SÉRGIO BORGES ressalta que hoje veio até o município de São José do Cedro para acertar os procedimentos a fim de que, assim que cumpridas todas as determinações, o frigorífico possa ser novamente reaberto e em funcionamento normal. "
    - Veio só pra isso? Lamber as feridas dos seus pares? E o Takeda? Não está indignado com a agressão? Claro que não. Vai à SJC só para ajeitar as coisas para os seus correligionários.

    Campeão de politicagem, à serviço do CRMV

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a corja de apadrinhados esta infestando a med veterinaria, crmv sc, unimev, sindicato anclivepa sociedade, nenhum se manifestou ate o momento.
      lembrem o proximo presidente do crmvsc é este sujeito que por ser politico assumiu o cargo de gerente do SIE ele mesmo o CIPO.

      Excluir
  35. Site do Edson Varela - http://www.edsonvarela.com.br

    Em 11 de setembro de 2013

    DEPUTADA REPÚDIA ESPANCAMENTO

    DE MÉDICO VETERINÁRIO EM SC

    Carmen Zanotto lamentou, em pronunciamento no plenário da Câmara, o espancamento de médico veterinário na região oeste de Santa Catarina. O profissional foi agredido após interditar abatedouro que não se encontrava dentro das normas sanitárias previstas em lei. Carmen afirmou que as autoridades não devem aceitar agressões como à ocorrida contra o veterinário. Para ela, o profissional fazia seu trabalho e cumpria com a determinação do governo estadual de atingir o status sanitário necessário para a venda de seus produtos em mercados internacionais.

    ResponderExcluir
  36. Quando um Estabelecimento OPTA por aderir ao serviço de inspeção, ACEITA cumprir as regras do jogo, portanto ACEITA ser fiscalizado, ACEITA cumprir as suas obrigações e uma delas é o NÃO ESPANCAR o fiscal que está fazendo a sua obrigação... A cassação cabe sim nesse caso, mesmo que sejam cumpridas as outras obrigações de cunho sanitário... Não podemos aceitar esse tipo de conduta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Resumiu tudo! Ele que procure outro serviço de Inspeção para aderir, e não o do Estado de Santa Catarina, cujo serviço ele não respeita, não acata... AGRIDE! ISSO É COISA DE MARGINAL, E MARGINAL NÃO DEVE TER SIE!

      Excluir
  37. Jonilson Lopes de Aguiar12 de setembro de 2013 11:06

    Parabéns às opiniões que estou vendo aqui de alguns representantes da inspeção estadual, que pensam como eu e a esmagadora maioria dos colegas. Complacência e politicagem não!!! Lamento ver que nem todos pensam em cassação do registro de SIE. O motivo pelo qual, não sei, nem me interessa, mas, em primeiro lugar, devemos dar valor à ação do colega e à vida dele, pois nenhum de nós está livre de um dia acontecer um fato desagradável desses.

    ResponderExcluir
  38. Nós trabalhamos nas divisas do estado na fiscalização de transito, simplesmente vamos dificultar a entrada de produtos para esse frigorífico. E outra coisa os produtos são horríveis, os produtos deles para ficarem ruim, devem melhorar muito. Nós também sabemos onde moram suas famílias.

    ResponderExcluir
  39. Com relação à nota de esclarecimento emitida pela Secretaria Geral do fato ocorrido ao Fiscal, recebida através da lista global tenho as seguintes considerações:
    1) Vergonhosa ao ponto de não ter o timbre da CIDASC;
    2) Vergonhosa porque não está protegida de possíveis modificações;
    3) Vergonhosa porque ninguém assina!
    Nínguém assina pela empresa na atualidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fonte segura, o Enori e o proprieário do frigorífico são amigos e colegas de partido...vocês já sabem no que isso vai virar...uma bela pizza, já que a corrupção tbém esá dentro da Cidasc...
      Desculpe-me os colegas mas acho que teremos que tomar uma posição mais incisiva se quisermos ver justiça nesse caso....

      Excluir
    2. A pessoa que não assina esse Documento, é a mesma da qual nunca veremos a assinatura em documento algum... jamais assinou e jamais assinará papel algum.. chego a suspeitar que seja analfabeto....

      Excluir
  40. Gostaria apenas de saber o porquê, que a notícia explicando de forma correta sobre o fato ocorrido em São José do Cedro que estava no site da CIDASC foi retirada?

    Será que a fidelidade entre partidários vai ser mais forte que a justiça e a CIDASC vai se omitir ou abrandar frente ao fato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU TAMBÉM...
      PORQUE SUMIU??? CHEGUEI A PENSAR QUE EU TINHA TIDO UMA VERTIGEM... QUE HAVIA SIDO UMA MIRAGEM.... UM SONHO!!!

      ENTÃO VOCÊ TAMBÉM VIU COLEGA?? AHAHHAHAHAHAAH

      SOMOS POUCOS MAS NÃO SOMOS LOUCOS...
      PORQUE A NOTÍCIA NÃO FICA NEM AO MENOS EXPOSTA NO SITE DA CIDASC, ENQUANTO NOTÍCIAS COMO "ENTREGA DE COMPUTADORES DO PROGRAMA BEIJA FLOR" OU ENTÃO "SECRETARIA DE AGRICULTURA ADQUIRE 3 TRATORES" ESTÃO NO SITE TODOS OS DIAS...

      PORQUE MEU DEUS, PORQUE??? AHAHAHHAHAHA

      Excluir
  41. Espero que a Promotoria Pública seja firme e faça o seu trabalho, diferente da CIDASC que praticamente ficou contra o seu servidor.

    ResponderExcluir
  42. Jonilson Lopes de Aguiar13 de setembro de 2013 14:49

    Todeschini, proponho aqui um dia de paralisação total de nós, Médicos veterinários e colegas Agrônomos tbm. Teríamos q nos comunicar por email, por aqui mesmo, para ver um dia (q fosse de preferência dia de auditoria do MAPA, de auditoria de missão internacional, qqer coisa do gênero), chamar imprensa, fazer faixas, por na frnt de cada ADR, de cada barreira, fazer chamar a atenção da imprensa p o fato da criação de nossa carreira de FEA e do fato do Guilherme tbm. Essa é minha ideia. Se alguém tiver algo mais a contribuir, q seja bem-vindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou a favor da paralisação também. Não podemos continuar trabalhando nestas condições. Mal conseguimos fazer a Defesa Sanitária, pois somos poucos médicos veterinários e o nosso quadro de pessoal administrativo está péssimo. O médico veterinário tem que fazer o pedido de material, digitar relatório de veículo, ensinar funcionários do ICASA, e fazer orçamentos para consertos. O méd. vet da CIDASC é mil e uma utilidades. Sobrando um tempinho temos que fazer inspeção, resolver probleminhas de brinco, organizar o escritório, ler e-mails e mais e-mails, etc. Não podemos esquecer que temos que ir para o campo. Quanto a inspeção, está a deriva, na mão de pessoas que são pagas pelos próprios frigoríficos. E quando a CIDASC vê as irregularidades dá nessa confusão toda, um médico veterinário sendo ameaçado e agredido.Paralisação já, em busca da carreira de fiscal estadual agropecuário e por um serviço de defesa e de inspeção de qualidade para Santa Catarina.

      Excluir
    2. Jonilson Lopes de Aguiar13 de setembro de 2013 23:53

      A paralisação deverá também envolver os barreiristas, não só Médicos Veterinários e Agrônomos. Todos deverão paralisar por 24 horas no dia marcado. Mas paralisar mesmo, total! E irmos para a frente das regionais, por faixas, nas barreiras também. Acho interessante dia 20 próximo, data em que o governador colombo estará em São Miguel do Oeste o dia todo.

      Excluir
    3. Vamos programar sim, estou discutindo o assunto nas reuniões regionais. Fizemos uma em Concórdia no sábado e todos toparam e teremos mais 5 nesta semana.
      Podem começar a contatar os colegas para fazermos uma manifestação pelo Takeda, com vocês de SMO quando da visitia do Governador na SDR.
      Todeschini

      Excluir
  43. Acredito que a população de Santa Catarina deve também exigir uma punição exemplar aos responsáveis pelo ocorrido com o Fiscal Agropecuário Estadual, pois em sua função fiscal ele está protegendo o alimento que vai para a mesa de seus lares. E só por isso vale seu trabalho honroso, pois o alimento serve para merenda escolar, asilo, hospitais etc..., imagine se esses produtos forem sem a mínima condição de higiene e qualidade para o consumo humano? E daí agressor? Dẽ opinião sobre seus atos...

    ResponderExcluir
  44. Eu como Fiscal Estadual Agropecuário, no estado de Goiás, me solidarizo como o colega GUILHERME TAKEDA e repúdio imensamente atos covardes como o deste criminoso, que se diz "dono de frigorífico". E temo imensamente que fatos comos estes se tornem corriqueiros em nosso país, visto que nossa justiça não merece confiança. abraço aos colegas de SC e contem com o nosso apoio aqui em Goiás.

    ResponderExcluir
  45. Eu não concordo com os atos do proprietário, mas é que a Cidasc muitas vezes não tem o respeito que deveria ter com os empresários, produtores que tanto trabalham e pagam imposto e inclusive o salário dos fiscais.

    ResponderExcluir
  46. QUAL PUNIÇÃO ESTE BANDIDO SOFREU?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bandido é a senhora querida!!

      Excluir
  47. Absurdo porra nenhuma, esses fiscais sao terríveis, adoram ferrar as pessoas que trabalham honestamente, e paga pelos seus impostos, realmente tem que executar esses desgraçados, quando é da família deles que estão irregular, eles fingem que nao sabe de nada!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloca teu nome aí então...

      Excluir